Mãos que falam.

Últimas

Movimento Surdo em Favor da Educação e da Cultura Surda

(Cancelado)….

Camiseta PROPOSTA DOS SURDOS

Pedir me necessário de camisetas tive a programção corel será enviar nos, então contato: msfedu.cultsurda@gmail.com

Sujeitos Surdos e educação: 

Participação Democrática nos processos inclusivos e culturais

 
  Messias Ramos Costa
  Mãos que falam com luta!

 

__________________________________________

Divulgação para amigos surdos e ouvintes em apoiar a manifestação dos surdos em Brasília. Acesse www.fernahough.com/euvou Obrigado, Fernando Ferreira.
 
_______________________________________________________________________________
 
 
 
 
_______________________________________________________________________________

Participação: Lideranças Surdas, Família, Amigos, Associações de Surdos, APADA, APIL, ICEP, FENAPAS, FAPED, ong’s em geral e parlamentares.

 

Museu Nacional de Brasília

Ponto de partida: Museu Nacional de Brasília

Setor Cultural Sul, lote, 2, Brasília

 Dia 19 de maio – a partir de 10h manifestação em frente do MEC (pode fazer acampamento em frente do MEC)

Dia 20 de maio – a partir de 8h do Museu até o Planalto.

Horário: 08h às 17h

Data: 19 e 20 de maio de 2011

_______________________________________

ORGANIZAÇÃO DA MANIFESTAÇÃO EM FAVOR DA EDUCAÇÃO E CULTURA SURDA

Coordenação Geral:
1. Patrícia Rezende (elaboração do documento com propostas para educação de surdos, emendas ao PNE junto com pesquisadores surdos e ouvintes já em andamento)
p…atricialuiza2011@gmail.com
2. Messias Costa (informações e logística) – msfedu.cultsurda@gmail.com

Assessoria da Imprensa(contato com os órgãos públicos, políticos e a imprensa)
Diogo Madeira e Regiane Lucas – Jornalistas da FENEIS

Nos dias da manifestação:
Fotos: Diogo Madeira – madeira.azrael@gmail.com
Atendimento à imprensa: Regiane Lucas – regiane.lucas@gmail.com
Filmagem: Renato Nunes – renunes350@gmail.com

Secretaria Geral: (expedição de ofícios, comunicados, etc. com revisão feita por Jorge Martins – Secretário da FENEIS NACIONAL)
Mariana Hora, Ana Regina Souza Campello e Flaviane Reis
marimhora@gmail.com, anaregina@cce.ufsc.br, flavianereis@yahoo.com.br

Comissão de Avaliação das frases para faixas na manifestação:
Flaviane Reis, Shirley Vilhalva e Diogo Madeira
flavianereis@yahoo.com.br, shivi323@hotmail.com, madeira.azrael@gmail.com
Comissão de Artes para manifestação:
Fernanda Machado e Nelson Pimenta
nandallove18@hotmail.com, npimenta@lsbvideo.com.br

Líderes Mobilizadores a nível nacional e internacional:
Nelson Pimenta, Antônio Campos, Rafael Ferraz
npimenta@lsbvideo.com.br, raferraz81@gmail.com

Coordenadores Gerais dos Líderes Mobilizadores dos Estados:
Weslei Rocha, Maria Elisa e Renato Nunes
prof.wesleirocha@hotmail.com, melisa.galvao@hotmail.com, renunes350@gmail.com

Obs:
1- Esta lista ainda pode mudar;
2- Em breve divulgaremos a lista com líderes mobilizadores estaduais;

Objetivo da manifestação: Chamar atenção das autoridades governamentais e toda a sociedade para as questões referentes à educação das pessoas surdas no Brasil, defendendo a educação bilingue para surdos e o respeito à Cultura Surda e à Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Programação:

Dia 19 – Manifestação em frente ao Ministério da Educação (a partir das 8h) juntamente com outras pessoas com deficiência e suas entidades representativas;

Dia 20 – Passeata da Comunidade Surda – Concentração a partir das 8h, no Museu Nacional de Brasília. Percurso até o Planalto.
Informações Importantes

• A manifestação é pacífica
• Não será permitido uso de bebida alcoolica durante a manifestação
• Cartaz oficial em anexo
• Convite oficial em anexo

Ofício 061 da Feneis Nacional (em anexo)

O referido ofício serve para que surdos trabalhadores solicitem junto ao seu empregador a liberação do serviço com objetivo de participar das manifestações.

Atenção:
1- Cada surdo deve preencher no campo adequado o nome da empresa e de sua chefia.
2- Estamos distribuindo esse ofício para facilitar o entendimento das chefias de vocês e não para obrigá-los quanto a liberação proposta. Com isso, caso a chefia, após a leitura e compreensão do texto redigido, não libere por motivos pertinentes a esta decisão, você deverá permanecer no seu ambiente de trabalho, caso contrário será passivo das sanções inerentes ao desrespeito dentro da empresa. Para tanto, mediante os fatos esclarecidos, a FENEIS se isenta de qualquer relação jurídica que possa ser originada, uma vez que como entidade filantrópica de apoio ao surdo, difundimos em rede nacional a importância de oportunizar ao surdo um espaço no mercado de trabalho, e como cidadão obtentores de direitos e deveres, deve-se cumprir as normas e determinações inerentes ao órgão contratador. Agradecemos a atenção de todos! Equipe Organizadora/FENEIS
Vídeo em Libras: http://www.youtube.com/watch?v=SAwRYJ35dpg

_______________________________________

 

 

_____________________________________________________________________________________

______________________________________

Sérgio Júnior

“VOU” é verdade o coração!

______________________________________

Fábio Selani

____________________________________

Maurício D.

_________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

________________________________________________________________________________

________________________________________________________________________________

________________________________________

Inclusão dos Surdos

 

http://inclusaodossurdos.blogspot.com/

______________________________________

 

Prezados(as) ,

Estou enviando em anexo a parte da Revista Feneis sobre a reportagem CONAE, a nova jornalista Regiane fez entrevista com a responsável pelas políticas políticas do MEC sobre a cultura surda e ela rebaixou esta cultura, veja o dizer dela na página 23, 3º parágrafo.

“do ponto de vista da educação inclusiva, o MEC não acredita que a condição sensorial institua uma cultura. As pessoas surdas estão na comunidade, na sociedade e compõe a cultura brasileira. Nós entendemos que não existe cultura surda e que esse é um princípio segregacionista. As pessoas não podem ser agrupadas nas escolas de surdos porque são surdas. Elas são diversas. Precisamos valorizar a diversidade humana”

Vocês que fazem parte do movimento surdo, das teorizaçoes dos Estudos Surdos… poderiam responder a respeito, seja através da carta, do artigo (pode ser uma ou duas páginas) para a próxima ediçao da revista Feneis. Vamos responder a altura ao MEC.

Abraços

Patrícia Luiza Ferreira Rezende

Diretoria de Políticas Educacionais da Feneis

Doutora em Educação – UFSC

 

 ____________________________________________

_______

Caros/as,

Quem não assinou, e quiser, pode ainda assinar e divulgar o Abaixo-assinado em defesa do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES).
http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=LutaINES
Estamos com quase 7 mil assinaturas!

Apesar da afirmação do Ministro da Educação de que não vai fechar a educação básica da Instituição. Não estamos satisfeitos com a atual política educacional que está sendo proposta aos surdos.
Propostas de Educação de Surdos foi discriminadas na Conferência Nacional de Educação (CONAE) ocorrida no ano passado, e excluídas do PNE (Plano Nacional de Educação) que foi enviado ao Congresso para aprovação.

Aproveito para divulgar a Manifestação que ocorrerá nos dias 19 e 20 de maio em Brasília (Cartaz em anexo).

Atenciosamente.


Mariana Hora

Assistente Social – Secretaria Municipal de Saúde de Ipojuca
Professora de Libras
Diretora Administrativa da FPDS
Vice-coordenadora da Pastoral dos Surdos de Recife
site: http://marianahora.blogspot.com/

______________________________________

Minha contribuição:
Retirando do documento:
Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência

Relembrando os princípios consagrados na Carta das Nações Unidas, que reconhecem a dignidade e o valor inerentes e os direitos iguais e inalienáveis de todos os membros da família humana como o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo…..

No Artigo 24 da Educação, Facilitação do aprendizado da língua de sinais e promoção da identidade lingüística da comunidade surda; e Garantia de que a educação de pessoas, inclusive crianças cegas, surdocegas e surdas, seja ministrada nas línguas e nos modos e meios de comunicação mais adequados às pessoas e em ambientes que favoreçam ao máximo seu desenvolvimento acadêmico e social.

No Artigo 30, da Participação na vida cultural e em recreação, lazer e esporte 4. As pessoas com deficiência deverão fazer jus, em igualdade de oportunidades com as demais pessoas, a que sua identidade cultural e lingüística específica seja reconhecida e apoiada, incluindo as línguas de sinais e a cultura surda. Documento na integra: http://www.assinoinclusao.org.br/downloads/convencao.pdf
Os textos em árabe, chinês, inglês, francês, russo e espanhol do presente Protocolo deverão ser igualmente autênticos.

Shirley Vilhalva

Em Brasília

Artigo 24

Educação

1. Os Estados Partes reconhecem o direito das pessoas com deficiência à educação. Para realizar este direito sem discriminação e com base na igualdade de oportunidades, os Estados Partes deverão assegurar um sistema educacional inclusivo em todos os níveis, bem como o aprendizado ao longo de toda a vida, com os seguintes objetivos:

a. O pleno desenvolvimento do potencial humano e do senso de dignidade e auto-estima, além do fortalecimento do respeito pelos direitos humanos, pelas liberdades fundamentais e pela diversidade humana;

b. O desenvolvimento máximo possível personalidade e dos talentos e criatividade das pessoas com deficiência, assim de suas habilidades físicas e intelectuais;

c. A participação efetiva das pessoas com deficiência em uma sociedade livre.

2. Para a realização deste direito, os Estados Partes deverão assegurar que:

a. As pessoas com deficiência não sejam excluídas do sistema educacional geral sob alegação de deficiência e que as crianças com deficiência não sejam excluídas do ensino fundamental gratuito e compulsório, sob a alegação de deficiência;

b. As pessoas com deficiência possam ter acesso ao ensino fundamental inclusivo, de qualidade e gratuito, em igualdade de condições com as demais pessoas na comunidade em que vivem;

c. Adaptações razoáveis de acordo com as necessidades individuais sejam providenciadas;

d. As pessoas com deficiência recebam o apoio necessário, no âmbito do sistema educacional geral, com vistas a facilitar sua efetiva educação; e

e. Efetivas medidas individualizadas de apoio sejam adotadas em ambientes que maximizem o desenvolvimento acadêmico e social, compatível com a meta de inclusão plena.

3. Os Estados Partes deverão assegurar às pessoas com deficiência a possibilidade de aprender as habilidades necessárias à vida e ao desenvolvimento social, a fim de facilitar-lhes a plena e igual participação na educação e como membros da comunidade. Para tanto, os Estados Partes deverão tomar medidas apropriadas, incluindo:

a. Facilitação do aprendizado do braile, escrita alternativa, modos, meios e formatos de comunicação aumentativa e alternativa, e habilidades de

b. Facilitação do aprendizado da língua de sinais e promoção da identidade lingüística da comunidade surda; e

c. Garantia de que a educação de pessoas, inclusive crianças cegas, surdocegas e surdas, seja ministrada nas línguas e nos modos e meios de comunicação mais adequados às pessoas e em ambientes que favoreçam ao máximo seu desenvolvimento acadêmico e social.

4. A fim de contribuir para a realização deste direito, os Estados Partes deverão tomar medidas apropriadas para empregar professores, inclusive professores com deficiência, habilitados para o ensino da língua de sinais e/ou do braile, e para capacitar profissionais e equipes atuantes em todos os níveis de ensino. Esta capacitação deverá incorporar a conscientização da deficiência e a utilização de apropriados modos, meios e formatos de comunicação aumentativa e alternativa, e técnicas e materiais pedagógicos, como apoios para pessoas com deficiência.

5. Os Estados Partes deverão assegurar que as pessoas com deficiência possam ter acesso à educação comum nas modalidades de: ensino superior, treinamento profissional, educação de jovens e adultos e aprendizado continuado, sem discriminação e em igualdade de condições com as demais pessoas. Para tanto, os Estados Partes deverão assegurar a provisão de adaptações razoáveis para pessoas com deficiência.

Professores surdos discursam sobre a educação dos surdos no Brasil-(Parte 01)

Professores surdos discursam sobre a educação dos surdos no Brasil-(Parte 02)

______________________________________________________________________

Messias,

Eu fui testemunha ocular do descaso do MEC com os delegados surdos, acompanhei tudo com angústia e até tentei negociar com algumas pessoas do MEC sem conseguir nada.
A intransigência da Secretaria Especial do MEC na pessoa da senhora Claudia Dutra, senhora Martinha e outras, fez de tudo para convencer a plenária a votar contra os surdos.
Eu vi pessoas do MEC agindo como “maestros”conduzindo a votação e os delegados dos outros segmentos servindo de massa de manobra votavam nas propostas que o MEC queria.
Foi uma das experiências mais angustiantes da minha vida, ver os surdos e os interpretes de LIBRAS serem ignorados pelo MEC e pela plenária. Foi muito triste ver o desespero dos surdos na tentativa de se comunicar sem serem ouvidos.

Alguns dias depois estive com a senhora Claudia Dutra e a senhora Martinha no MEC e ainda tentei mostrar que o que fizeram com os surdos foi um crime, elas desconsideraram meus argumentos e reafirmaram que o que os surdos queriam era segregação e que a política do MEC era inclusiva e que não poderia tolerar aquele tipo de proposta. A Arabella estava comigo e pode confirmar o que estou dizendo.

Infelizmente essas senhoras continuam orquestrando desmandos preconceituosos e de desrespeito a comunidade surda.

Contem comigo no que for preciso para reverter essa situação.

Lurdinha – AMEMDF

___________________________________________________________________

Patrícia Luiza Ferreira Rezende

Vídeo editado pelos Delegados Surdos que participaram do CONAE 2010. É uma história que representou “Congresso de Milão”. Os delegados surdos e aliados ouvintes lutaram bravamente pela manutenção das escolas de surdos mas foram massacrados com forte lobby e manipulação por parte da equipe do MEC que influenciou na votação dos delegados ouvintes que não conhecem especificidades linguisticas e culturais do povo surdo.
___________________________________________________________________
oiiii, que noticia maravilha…
Além da Elke Maravilha…  tem outra atriz
apoia os surdos…
Adivinheeeeem: é a Renata Sorrah!
vide o youtube:
Vamos á
Brasiliaaaa!!!!!
divulguem!
beijosProfª Drª Karin Strobel
Diretora-presidente
da Feneis
Professora de Letras-Libras UFSC
__________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________

Fábula Os tres touros e o leão

_______________________________________

Bilinguismo

______________________________

 ________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

Ronice, Patrícia, Francisco, Aline, Nelson e fono debatem sobre passeata

____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________

___________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
Pessoal, vejam esses vídeos sobre a manifestação, em breve vou colocar legenda.
Manifestação dos Surdos – PARTE 1
Manifestação dos Surdos – PARTE 2
____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________

Hotéis

Hotel Casablanca

Site: http://www.casablancabrasilia.com.br

e-mail: reservas@casablancabrasilia.com.br

Telefone: (61) 3328-8586

Fax: (61) 3328-8273

_________________________________

Byblos Hotel Ltda

Site: http://www.bybloshoteldf@com.br

E-mail: bybloshotel@terra.com.br

Telefone: (61) 3326-1570 e 3326-1770

Fax: (61)3326-3615

_______________________________

El Pilar Hotel

Site: http://www.elpilar.com.br

E-mail: elpilar@hotmail.com

Telefones: (0xx61) 3328-5915 e 3533-5900

Fax: (0xx61) 3328-9088

____________________________

Aristus Hotel

Site: http://www.aristushotel.com.br

E-mail: aristus@aristushotel.com.br

Telefone: (61) 3328-8675

Fax: (61) 3326-5415

__________________________

Comfort Suites Brasília

E-mail: reservas.csb@atlanticahotels.com.br

Telefone: (55 61) 3424-6000

Fax: (55 61) 3424-6001

_________________________

Hotel Diplomat

Site: http://www.hoteldiplomat.tk

Telefone: (61) 3204-2010

_______________________

Monumental Bittar Hotel

Site: http://www.hoteisbittar.com.br

E-mail: monumental@hoteisbittar.com.br

Telefone: (61) 3704-4000 e 0800-7075858

_______________________

Torre Palace Hotel

Site: http://www.torrepalace.com.br

Telefone: (61) 3961-5555

Fax: (61) 3961-5554

_______________________

Sonesta Hotel Brasília

Site: http://portugues.sonesta.com/brasilia/

Telefone: +55 (61) 3424-2512

 Fax: + 55 (61) 3424-2511

__________________________

Airam Brasília Hotel

Site: http://www.airamhotel.com.br

E-mail: reservas@airamhotel.com.br

Telefone: (61) 2195-4000

Fax: (61) 2195-4200

_________________________

Hotel Mercure

Site: http://www.accorhoteis.com.br

E-mail: ccal@accor.com

Telefone: (61) 3426-4000

_____________________________________________________________

Realização:

APOIO:

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.